Arquivos Mensais

maio2021

MEDICINA CHINESA NO TRATAMENTO DA INSÔNIA

Pesquisas modernas demonstram que a medicina chinesa melhora a qualidade do sono, regulando as respostas do sistema nervoso central.[1] A investigação abordada nesta revisão usou a crâniopuntura em conjunto com um medicamento para dormir.A crâniopuntura é uma forma especializada de microacupuntura, comumente utilizada na China.A combinação de drogas mais acupuntura produziu alívio da insônia superior em relação à monoterapia com drogas, indicando que uma abordagem da medicina integrativa para o atendimento ao paciente produz melhores resultados.

O tamanho da amostra desta investigação era de 62 pacientes, com faixa etária de 40 a 80 anos. A randomização dos participantes em dois grupos foi realizada. O grupo de observação de drogas era composto por 12 homens e 19 mulheres, com idade média de 61,3 ± 6,3 anos. O índice de qualidade do sono de Pittsburgh (PSQI) foi de 12,89 ± 1,39 antes do tratamento. O grupo de eletroacupuntura foi composto por 11 homens e 20 mulheres, com média de idade 62,3 ± 7,5 anos. A pontuação do PSQI era de 13,01 ± 1,30 antes do tratamento. Não houve distinção estatística significativa entre os dois grupos no início.

Os critérios de inclusão foram os seguintes: os pacientes tinham dificuldade em adormecer ou má qualidade do sono, e essa condição ocorria pelo menos 3 vezes por semana, a duração da insônia era superior a 1 mês, os pacientes desenvolveram ansiedade devido à má qualidade do sono, os pacientes apresentavam insatisfação com o geral sono e comprometimento do estado funcional dos pacientes devido à disfunção do sono. Todos os pacientes preencheram os critérios de diagnóstico da Classificação Internacional de Doenças da OMS-10 (CID-10) para insônia primária.

Os pacientes no grupo de observação de drogas receberam tratamentos farmacêuticos regulares. Eszopiclone (3 mg) foi administrado por via oral na hora de dormir. Este medicamento é conhecido por sua marca, Lunesta. É um sedativo (hipnótico) que induz relaxamento e promove o sono. Embora seja um medicamento de prescrição não benzodiazepínico, a eszopiclona pode causar dependência. O tratamento durou 12 semanas.

In the acupuncture group, patients received scalp acupuncture in addition to eszopiclone. Scalp acupuncture lines were chosen: Middle Line of Forehead (E Zhong Xian, 额中线, MS1) and Lateral Line 1 of Forehead (E Pang Yi Xian, 额旁一线, MS2). Filiform needles of 1.5 cun in length were swiftly inserted into the skin at a 30 degree angle. The tip of the needles reach the epicranial aponeurosis, noted by a decrease in resistance to needling. Then, needles were adjusted to make them more transverse to the skin. In this process, a twisting needle manipulation technique was applied, until the needles reached a depth-length of 1 cun. After this, needles were retained for 20 minutes. The Lateral Line 1 of Forehead lines (bilateral) were connected to an electroacupuncture device using a continuous wave. Scalp acupuncture was administered 5 times per week for 12 weeks.

Na pesquisa coberta nesta revisão, vemos um retorno ao padrão internacional básico do sistema de acupuntura do couro cabeludo. As seleções de pontos de acupuntura no couro cabeludo foram Linha Média da Testa (E Zhong Xian, 额 中线, MS1) e Linha Lateral 1 da Testa (E Pang Yi Xian, 额 旁 一线, MS2).

BL3 is directly superior to BL2, which is superior to the inner canthus in the depression that is palpable in the medial aspect of the eyebrow. BL3 is located above this acupoint, 0.5 cun within the anterior hairline. Lateral Line 1 of Forehead (E Pang Yi Xian, MS2) is a 1 cun line starting at BL3 and extending anteriorly toward the forehead, bilaterally. Middle Line of Forehead (E Zhong Xian, MS1) extends 1 cun anteriorly from GV24 toward yintang.

Após o tratamento, o grupo de acupuntura experimentou uma diminuição mais significativa nos escores do PSQI, caindo de uma média de 12,89 ± 1,39 para 3,63 ± 1,13. Em contrapartida, o valor para o grupo de observação de drogas apresentou uma alteração menor de 13,01 ± 1,30 para 6,23 ± 1,06. Além disso, o grupo de acupuntura apresentou uma taxa de satisfação do paciente maior de 96,8%, que é 10,2% maior do que o grupo de observação de drogas. Os pesquisadores concluíram que, para pacientes com insônia primária, a acupuntura do couro cabeludo com eletroacupuntura combinada com a terapia medicamentosa convencional melhora significativamente o sono e é superior à monoterapia com drogas.

Segundo Dr. Ismael Pinheiro, para insônia primária, o medicamento pode ser substituído gradativamente e concomitantemente ao tratamento com agulhas, pela associação das fórmulas Chinesas: TIAN WANG BU XIN DAN e SUAN ZAO REN TANG.

Reference
[1] Liu Kun, Study on the effect of scalp acupuncture combined with electric acupuncture on primary insomnia, China Journal of Modern Drug Application, Nov 2020, Vol. 14, No. 22.

TRATAMENTO DA ENXAQUECA NA MEDICINA CHINESA

Pesquisadores do Hospital Afiliado de Shanxi da Universidade de Medicina Tradicional Chinesa conduziram um ensaio clínico e determinaram que a acupuntura com moxabustão é mais eficaz do que a flunarizina para o alívio ou eliminação de tonturas e cefaléias devido a enxaquecas vestibulares. A acupuntura com agulha quente produziu melhoras clínicas significativamente maiores e produziu uma taxa de recidiva menor do que a flunarizina. [1] Os seguintes parâmetros de medição foram registrados e avaliados: Dizziness Handicap Inventory (DHI), Escala Visual Analógica (VAS) e duração da tontura.

Os pesquisadores observam que os princípios do jing-luo se aplicam aos seus protocolos de tratamento. A abordagem do atendimento ao paciente foi baseada no princípio do tratamento de melhorar o qi e a circulação sanguínea para o cérebro e a cabeça usando acupuntura com agulha quente. O tamanho da amostra de pacientes foi de 68 pacientes que deram entrada no hospital. Os 68 pacientes foram divididos aleatoriamente em um grupo de observação de monoterapia com drogas e um grupo de acupuntura com agulha quente, com 34 pacientes em cada grupo. Os participantes do estudo não tiveram diferenças significativas em termos de curso da doença ou idade média quando admitidos inicialmente. Para os critérios de inclusão, a amostra atendeu à Classificação Internacional de Transtornos de Cefaléia (ICHD-3).

O grupo de observação de drogas recebeu doses regulares de flunarizina (5 mg) por um período de duas semanas, mas não recebeu qualquer acupuntura. A flunarizina é um vasodilatador, um agente antivertiginoso, um antagonista do receptor da histamina (anti-histamínico) e um bloqueador dos canais de cálcio. O grupo de acupuntura recebeu tratamentos de acupuntura em posição supina; no entanto, eles não receberam nenhum medicamento. Os seguintes pontos de acupuntura foram utilizados com agulhas filiformes de 0,35 mm (marca Hwato / Huatuo):

  • (baihui)
  • (Taixi)
  • (Fengchi)
  • (Taiyang)
  • (Shuaigu)
  • (Zusanli)
  • (Sanyinjiao)
  • (Taichong)

Para os dois primeiros pontos, um método tonificante (Bu Fa) foi empregado e um método atenuante de reforço suave (Ping Bu Ping Xie Fa) foi usado para o resto dos pontos. A profundidade e o ângulo das agulhas variaram com base nos pontos de acupuntura usados. Para Fengchi bilateral, as agulhas foram inseridas obliquamente em direção à ponta nasal. Para Baihui e Shuaigu, as agulhas foram inseridas obliquamente transversalmente, atingindo uma profundidade de 0,8 cun. Para Taiyang e Taichong, as agulhas foram inseridas perpendicularmente a 0,8 cun. Para Zusanli e Sanyinjiao, as agulhas foram inseridas perpendicularmente a 1 cun. As agulhas foram retidas por 30 minutos antes da remoção.

Peças de moxabustão de dois centímetros de comprimento foram conectadas a Baihui, Taiyang, Shuaigu, Zusanli e Sanyinjiao. Duas peças de moxabustão foram queimadas em cada cabo da agulha durante o tratamento. Tratamentos diários de acupuntura foram aplicados por um período de duas semanas. As avaliações de acompanhamento foram realizadas 8 semanas após o término do tratamento.

Os pesquisadores observaram que um estudo anterior comparou a eficácia da acupuntura com agulha quente mais ervas com pacientes que receberam ibuprofeno e cloridrato de flunarizina. Esse estudo mostrou resultados semelhantes. [2] O estudo se concentrou em enxaquecas sem aura devido à estase de sangue do tipo frio e incluiu acupuntura e fitoterapia. A fórmula à base de plantas para todos os pacientes foi Xue Fu Zhu Yu Tang. Um total de 84 pacientes foram incluídos na pesquisa, com 42 casos nos grupos de observação e acupuntura com agulha quente, respectivamente. Um método de torção e redução foi aplicado aos seguintes pontos de acupuntura:

  • (Fengchi)
  • (Qiuxu)
  • (Sanyinjiao)
  • (Guanyuan)

Após a obtenção da sensação de deqi, as agulhas foram retidas por 30 minutos. A Moxa foi colocada na ponta das agulhas e o tratamento foi administrado diariamente durante 4 semanas. Após a conclusão do tratamento, o grupo de acupuntura com agulha quente apresentou maiores melhorias em todos os parâmetros de medição. Os escores VAS dos pacientes caíram de 15,27 ± 2,43 para 8,03 ± 1,14, valor maior do que a mudança observada no grupo de drogas. Com base na pesquisa de saúde de forma abreviada do item MOS (SF-36), a condição física geral e as condições de saúde mental dos pacientes também mudaram mais significativamente no grupo de acupuntura com agulha quente. Os ensaios clínicos mencionados indicam que a acupuntura com agulha quente é um tratamento eficaz para enxaquecas.

 

References:
[1] Zhao Ziye, Wang Piming, Clinical Observation on 34 Cases of Vestibular Migraine with Deficiency of Qi and Blood Treated by Warming Acupuncture, Chinese Journal of Ethnomedicine and Ethnopharmacy,2021,Vol. 30,No. 4.
[2] Xuefu Zhuyu Decoction Combined with Warm Needle Moxibustion for the Treatment of 42 Cases of Migraine without Aura of Cold Blood Stasis Type. Wu Can, Deng Xingxing, (Qionghai City Hospital of Traditional Chinese Medicine, Qionghai, Hainan, 571400), Forum on Traditional Chinese Medicine, Nov. 2020, v. 35, no. 6.